ANCINE: Lançamentos de Filmes Brasileiros em 2016 Bate Recorde, com 143 Longas-Metragens Nacionais Colocados no Circuito Exibidor

a ancine cartaz os dez mandamentosMais de 11 milhões de espectadores assistiram “OS DEZ MANDAMENTOS” – O filme mais visto no Brasil em todos os tempos.

Relatório  Preliminar da ANCINE – Agencia Nacional de Cinema, divulgado no último dia 30 de Janeiro, mostra desempenho progressivamente melhor do cinema brasileiro em relação aos anos anteriores, mesmo considerando a violenta crise financeira por que passa nosso querido Brasil. Foi maior número de estréias de filmes nacionais da história do cinema brasileiro, num total de 143 filmes de longa-metragem (97 deles foram do gênero ficção, 45 documentários, e 1 animação.) (Os lançamento estrangeiros no mesmo período somaram 314 títulos.) Além disso, mais 2 dados vão na contra-mão dos acontecimentos na área econômica do Brasil: apesar de o país estar já no 3º. ano de recessão e retração dos indicadores econômicos, o setor cinematográfico inaugurou mais salas de exibição, e o número de ingressos vendidos também mostrou crescimento pelo 8º. ano consecutivo: mais de 184 milhões de espectadores pagaram para entrar em salas cinematográficas em 2016.

a ancine gráfico com quantidade de filmes lançados Logicamente o desempenho das produções nacionais ainda não são algo com que devamos nos ufanar, pois as produções estrangeiras (leia-se CINEMÃO DE HOLLYWOOD) domina o nosso circuito exibidor não só em quantidade, mas também leva a maior parte das bilheterias – vide adiante nesta mesma matéria).

Trailer de “OS DEZ MANDAMENTOS”

Trailer de “O VENDEDOR DE SONHOS”, 10º. FILME NACIONAL MAIS ASSISTIDO EM 2016 (640 mil espectadores)

Os 143 longas-metragens brasileiros lançados comercialmente foram produzidos por 134 empresas produtoras distintas. Dessas, oito lançaram mais de um título: Paris Produções, com três obras; Bananeira Filmes, Camisa Treze, Canal Azul, Giros Interativa, Lauper, Olho de Guaraná e Primo Filmes, com duas obras cada. Isso dá uma idéia de que prevaleceram as produções independentes entre os maiores realizadores de 2016.

Cartaz de “REZA A LENDA” (15ª. BILHETERIA NACIONAL DE 2016, 378 mil espectadores):

a ancine REZA A LENDA CARTAZ

CONCENTRAÇÃOP DE PRODUÇÕES ENTRE SP/RJ

Apesar do avanço, continuamos com uma incômoda concentração dos polos de produção cinematográfica por aqui. As empresas produtoras localizadas em São Paulo foram responsáveis por 61 longas lançados em 2016, o que corresponde a 42,7% dos lançamentos. Em seguida, estão as empresas do Rio de Janeiro, com 48 obras ou 33,6% dos lançamentos. As produções desses dois estados totalizam 109 títulos ou 76,3%, das obras lançadas, repetindo o cenário de 2015, quando totalizaram 79,7% das obras lançadas.

a ancine tabela filmes por UF 13 estados brasileiros não produziram oficialmente um filme sequer em 2016! (Goiás, Tocantins, Amazonas, Acre, Sergipe, Paraíba, Piauí, etc., etc., etc.)

CONCENTRAÇÃO DO CIRCUITO EXIBIDOR

O parque exibidor brasileiro chegou ao fim de 2016 com o total de 3.168 salas de exibição em funcionamento, encerrando o ano com uma de suas melhores marcas desde os anos 1970. (Somente lembrando que o Brasil tem 5570 municípios. Considerando que cidades como São Paulo e Rio de Janeiro comportam centenas de salas exibidores, conclui-se que em vários milhares de cidades brasileiras não existe sequer um único local de exibição cinematográfica…)

Cine São Luiz FATURAMENTO

Em termos de faturamento, ainda que a maior bilheteria de 2016 tenha sido de um filme brasileiro (“OS DEZ MANDAMENTOS”), em termos totais os filmes estrangeiros arrecadaram mais que os nacionais durante este ano, quando em comparação com o ano de 2015: levaram R$ 2 bilhões e 236 milhões para os cofres das produtoras internacionais (Hollywood e outros gringos), contra R$ 362 milhões e 747 mil arrecadados pelos filmes brasileiros no mercado nacional.

a ancine CARROSSEL 2 CARTAZ“CARROSSEL 2 – O SUMIÇO DE MARIA JOAQUINA”, mais de 2,5 milhões de espectadores (3ª. bilheteria de 2016 entre os nacionais)

Em termos percentuais: filmes estrangeiros 86% X filmes nacionais 14% da renda. (Foram 153.897.326 pagantes para filmes estrangeiros, contra 30.410.522 pagantes para filmes brasileiros (83,5% X 16,5%) – Vide Tabela 1 acima – primeiro quadro desta matéria.

a ancine 20 filmes nacionais mais vistos em 2016 a ancine 20 filmes mais vistos geral Entre as 20 maiores bilheterias do circuito exibidor brasileiro em 2016, figuram apenas 3 produções são nacionais (Além do já mencionado campeão de bilheteria “OS DEZ MANDAMENTOS”, tivemos também os longas “MINHA MÃE É UMA PEÇA 2”, e “CARROSSEL 2 – O SUMIÇO DE MARIA JOAQUINA”, respectivamente 13º. E 20º. Colocados no ranking.) Sete filmes brasileiros ultrapassaram a marca de 1 milhão de espectadores, contra 40 filmes estrangeiros que obtiveram a mesma marca.

NISE, O CORAÇÃO DA LOUCURA” foi assistido por 154.000 espectadores (19ºa. bilheteria entre os nacionais).

a ancine logotipo ancine a ancine logotipo OCA

Sobre admin

Escritor, pesquisador incansável da questão humana, acredito no ser humano até o fim...
Esta entrada foi publicada em Recepção e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *